PESQUISA DE IMAGENS

 

Central de Downloads

Encontre em nossa área de downloads vários arquivos e PDF, PPT, WORD, entre outros. Todos os arquivos com relevância para sua pesquisa.

Sessão Retrô

Artigos que contam a históia da pneumologia.

PNEUMONIA POR HIPERSENSIBILIDADE FIBROSANTE

PNEUMONIA POR HIPERSENSIBILIDADE FIBROSANTE

Pneumonia por Hipersensibilidade Crônica, também chamada por Pneumonia por Hipersensibilidade Fibrosante, enquadra-se na mais recente definição das Fibroses Pulmonares Progressivas. Pequenas opacidades císticas bilaterais (favo de mel) de distribuição heterogênea e que predominam na periferia e nas bases pulmonares e acompanhadas por bronquiectasias de tração e poucas áreas em vidro fosco. Mas observe que as lesões se estendem até os ápices pulmonares e possuem também componente axial acompanhando os feixes broncovasculares. O padrão não é característico de pneumonia intersticial usual (UIP).

Neste corte nos lobos superiores pode-se observar o faveolamento periférico, além de bronquiectasias de tração e componente de distribuição também axial. Paciente do gênero feminino, 70 anos de idade, morava em casa com umidade e mofo e ainda dormia com travesseiro de penas.

*****

Chronic Hypersensitivity Pneumonia, also called Fibrosing Hypersensitivity Pneumonia, fits the most recent definition of Progressive Pulmonary Fibrosis. Small bilateral cystic opacities (honeycomb) of heterogeneous distribution, predominating in the periphery and lung bases and accompanied by traction bronchiectasis and few ground-glass areas. However, note that the lesions extend to the pulmonary apices and also have an axial component accompanying the bronchovascular bundles. The pattern is not characteristic of usual interstitial pneumonia (UIP).

In this tomographic section of the upper lobes, peripheral honeycombing can be seen, in addition to traction bronchiectasis and an axial distribution component. Female patient, 70 years old, lived in a house with mold and still slept with a feather pillow.


Nesse corte tomográfico na região da carina observa-se a predominância de cistos de faveolamento periféricos associados a bronquiectasias de tração e poucas áreas em vidro fosco. Também há lesões com distribuição central.

*****

In this tomographic section in the carina region, a predominance of peripheral honeycombing cysts associated with traction bronchiectasis and few ground-glass areas can be observed. There are also lesions with central distribution.


Corte tomográfico dos lobos inferiores demonstrando a predominância de cistos de faveolamento periféricos associados a bronquiectasias de tração e poucas áreas em vidro fosco. Também há lesões com distribuição central.

*****

Tomographic section of the lower lobes demonstrating the predominance of peripheral honeycombing cysts associated with traction bronchiectasis and few ground-glass areas. There are also lesions with central distribution.
(MG)